segunda-feira, 2 de maio de 2011

A grande Águia justiceira

Osama Bin Laden, cobra criada na Chechênia pelos EUA, foi morto com um tiro na cabeça, por um seleto time de soldados norte-americanos, segundo pronunciamento do chefe maior daquele país, Barack Obama.
Ao anunciar o heróico, honroso e suposto fato à nação norte-americana (cristã e não muçulmana é bom frisar) e ao mundo, Obama proclama que “a justiça foi feita”. Ou seja, a grande Águia justiceira elimina a maldição da face da terra. Tomou para si o direito de praticar a justiça, humana e divina, eliminando o mal onde quer que ele esteja. Especialmente se esse mal prejudica suas rapinagens e coloca barreiras aos seus interesses políticos e monetários pelo mundo afora.
Sem querer colocar água na fervura no ânimo dos norte-americanos, que já se manifestam em grandes festejos pelas avenidas e ruas das principais cidades do país, vale questionar: Que justiça foi feita? O que é fazer justiça? O que é justiça para o povo muçulmano? O que é justiça para uma nação que se diz cristã? Enfim, o que é justiça?! Esse país que toma para si o direito de fazer justiça no melhor estilo “olho por olho, dente por dente” é justo e íntegro em suas relações políticas e comerciais com o resto do mundo?!

Izabel Lisboa

4 comentários:

Antonio José Rodrigues disse...

"A lei de talião (do latim lex talionis: lex: lei e talis: tal, aparelho que reflete tudo), também dita pena de talião, consiste na rigorosa reciprocidade do crime e da pena — apropriadamente chamada retaliação. Esta lei é frequentemente expressa pela máxima olho por olho, dente por dente. É uma das mais antigas leis existentes." Ela continua, Izabel, em voga. Beijos

J.F. de Souza disse...

Discutir a justiça é algo interessante. Mas penso que todos os homens da terra não sabem o que é justiça de fato. Porque, pra ser justo de fato, teríamos de ter o poder de enxergar tudo e todos no mundo, a onisciência. Nossa visão é muito limitada. Por mais que nos esforcemos, sempre terá algum ponto-de-vista que não levamos em conta. Por isso, sempre seremos injustos.

Graça Pereira disse...

Meu Deus, este tema sobre justiça, daria pano para mangas...Quem aplica a justiça é justo?
Até que ponto pode ir a justiça? Quem estiver isento que atire a primeira pedra...e não sairiamos daqui!!
beijo
Graça

Lepidóptero disse...

Interessantes comments! Viva